Extended Reality (XR) ou realidades estendidas são novas tecnologias que usamos para acessar o mundo digital. Assim como usamos monitores para visualizar um site, ou fones de ouvido para ouvir uma música, podemos usar esses novos dispositivos para viver experiências virtuais mais completas.

clique para
interagir

Realidade virtual (VR) consiste em usar um "óculos" como esse acima. Você o coloca em sua cabeça e fica completamente imerso em um mundo virtual, quase como no Matrix. Existem vários óculos diferentes, variando custo e potência. O ponto forte da VR é poder colocar a pessoa dentro de ambientes virtuais.

Realidade aumentada (AR) geralmente consiste em usar celulares para exibir informações digitais através da câmera. Você aponta o celular e enxerga seu mundo digital em cima do mundo físico, como naquele jogo, Pokemon Go. O ponto forte da AR é poder misturar o mundo digital com o real.

Realidade mista (MR) também precisa de um "óculos" como esse acima. Mas dessa vez, o óculos pode cumprir funções tanto de realidade virtual quanto aumentada. São equipamentos mais sofisticados, geralmente pensados para ambientes empresariais. O ponto forte da MR é poder replicar ambas tecnologias.

 

Existem inúmeras possibilidades para XR principalmente relacionadas a entretenimento, educação, saúde, comércio, arquitetura, artes, impacto social, treinamento e simulações. Mas nem sempre essa será a melhor tecnologia para você. Existem alguns pontos vantajosos que justificam o uso de XR:

IMERSÃO

Crie um mundo digital seu e convide pessoas para literalmente entrarem nele. Elas poderão ver, ouvir, caminhar e interagir com seres, objetos ou tarefas do seu mundo.

Você pode usar realidade virtual para visitar um apartamento que nem saiu da planta ainda, fazer uma experiência toda gamificada sobre sua marca, ou usar realidade aumentada para ensinar crianças ou adultos de maneira mais interativa, e muito mais! Fique à vontade para achar mais exemplos no meu portfólio.

 

Tecnologias de XR podem fazer experiências muito impactantes, mudar maneiras de pensar, informar e sensibilizar audiências sobre temas relevantes.

 

Essas tecnologias fazem parte da 4ª revolução industrial e necessitamos aumentar o acesso à elas, não aumentando seu uso indiscriminado mas gerando um público de pessoas protagonistas, críticas, que prezem por usos responsáveis, inovadores e de alto padrão dessas tecnologias.

Esse insight, e muitos outros, são temas que sempre levo comigo e sei falar sobre. Dê uma olhada abaixo, talvez você vá se surpreender.